Imagem capa - O que levar em consideração ao planejar do seu casamento? por Dois é Par Fotografia
Casamento

O que levar em consideração ao planejar do seu casamento?

Vocês agendaram a data do casamento, mas não sabem por onde começar? 

A cabeça a mil por ter que decidir coisas do tipo como local, buffet, vestido, maquiagem, convidados, padrinhos, músicas, lembrancinhas, fornecedores? 

Calma, calma! Muita calma nesta hora! 


Hora de planejar! E nós vamos te ajudar a fazer isso! 


Neste post você vai encontrar 7 dicas que irão auxiliar vocês nesta maravilhosa tarefa! 


 1 – Invista num caderninho


Você tá achando graça, neh? hahaha...

Pode até parecer estranho, mas você vai precisar de um caderninho que seja exclusivo para as anotações sobre o seu casamento.  É nele que vocês irão anotar tudo, organizar as suas referências, arquivar os pagamentos. Lógico que você pode fazer tudo isso num documento no word e guardar em seu computador, mas é que o seu caderninho estará sempre com você. Assim, você pode anotar lá e passar para o computador o que for de fato fechado. 


2 – Hora de definir o orçamento 


Você já com um caderninho em mãos, sente-se com seu noivo e família para definir uma das etapas mais importantes: o orçamento. É impossível passar para qualquer outro passo sem resolver isto. Vocês precisam definir o quanto podem gastar, os itens que pra vocês são indispensáveis. 

Uma dica importante é: tentem não começar uma vida a dois com dívidas. Estejam com o pensamento de quitar tudo até a data do casamento. Neste momento é muito importante que vocês sejam realistas. Conversar com amigos que já se casaram, pode ser uma ajuda bacana! 


Lembrem-se! Vocês precisarão deixar um dinheirinho reservado para as emergências extras. 


3 – Como vocês desejam a festa


Quando o orçamento foi definido fica mais fácil decidir como será a sua festa. 

Vocês optarão por banda, DJ ou os dois? Terá buffet? 

Se for em locais diferentes são duas decorações, sendo assim, 2 gatos. 

Qual a média de convidados? No caso do buffet, geralmente se paga por pessoa. Você já pensou em fazer um Mini-Wedding? Essa tendência invadiu o Brasil. São casamentos pequenos, com média de 80 convidados.

A ideia é chamar todos os seus amigos? Então, o ideal é planejar melhor e com muito cuidado. Nestes casos, se torna indispensável a ajuda de um(a) cerimonialista. Lembre-se que cada estilo tem a sua subjetividade: casamentos no campo, salão, igreja, casamento na praia. 


4 – Hora da lista de convidados


Esta é uma hora muuuito difícil, mas acredite: quanto antes vocês definirem a lista, melhor será! A maioria dos orçamentos que vocês fizerem, a primeira pergunta será: quantos convidados? As empresas tomam isso como base para calcular o valor. 

Nesta etapa, é importante contar sempre com algumas pessoas a mais, como por exemplo: você nunca sabe se o seu irmão pode arrumar uma namorada nova no meio do processo, né? O interessante é contar com a possibilidade de ir 10% a mais do que o total previsto. 

Pegue aquele caderninho de registros, faça um rascunho provisório. É super importante que vocês noivos façam esta listinha juntos. 

Dica valiosa: organize a lista por prioridades, exatamente nesta ordem: pais, irmãos, tios, primos e amigos íntimos. 


5 – Cerimônia


Este é um outro ponto importantíssimo: decidir quem fará e onde será a cerimônia religiosa. Até porque você precisa reservar local, data e disponibilidade do padre ou pastor. 

Seja prático e rápido nesta decisão. Em alguns locais, há fila de espera de até dois anos. . Em outros, pode acontecer de duas pessoas decidirem pela mesma data. Isso acontece muito em Igrejas, por exemplo. Aí, é uma decoração só e as noivas precisam entrar num acordo. Mas também, fica mais barato já que será dividido. Visite os locais, converse sobre as datas. Faça isso antes de fechar qualquer contrato. Pergunte também as regras do estabelecimento. Por exemplo, quem casa na Igreja Católica precisa fazer um curso matrimonial. Há também a taxa de reserva, nem todos os estabelecimentos cobram, mas normalmente sim.


6 – Busque referências


É muito mais fácil definir e planejar o seu casamento quando você tem ideia do que quer. Por exemplo, em nosso site, temos, na página de portfólio, vários casamentos. Tem vários estilos, dá uma olhadinha por lá e veja se algo te toca. Se você gostar de algo em específico, como decoração, maquiagem, vestido da noiva, observe que ao final da postagem nós colocamos sempre uma ficha com detalhes de quem fez cada coisa. Além disso, na internet, tem cada referência linda!!!

 

Nós somos loucos pelo Pinterest! Nos perdemos lá! 


7 – Fornecedores


Nesta hora, busque referências. Pedir recomendações, comparar preços, ler contratos, para que tudo aconteça do jeito como ela sonhou, é essencial! 

Converse com os fornecedores e observem se eles te dão a atenção que você precisa, se vocês sentem segurança no trabalho que será oferecido. 

Procure conversar com pessoas que já contrataram o serviço que você gostaria de contratar.


Isso ajuda muito! 


Texto: Dois é Par Fotografia